Encontrando a verdadeira vocação
dei Liz Greene

dream no. 1É comum perguntar-se às crianças: "O que você quer ser quando crescer?" Nessa fase, geralmente temos muitos sonhos. Sabemos que queremos ir à lua ou pilotar o avião mais rápido do mundo; salvar animais em extinção ou fazer uma brilhante descoberta científica que transforme a vida das pessoas. Ainda não temos idade para pensar no mercado de trabalho, na administração do orçamento doméstico nem em como nos manter e sustentar nossa família. Temos apenas nossos sonhos e a secreta certeza de ser únicos, predestinados a realizar algo de muito especial na vida. Mesmo que nossos pais tenham outros sonhos para nós, sabemos a diferença entre os sonhos deles e os nossos. Quando crianças, ainda somos capazes de ouvir a voz do espírito.

À medida que crescemos, as coisas vão mudando. As pessoas nos dizem: "É melhor começar a pensar no que quer fazer de sua vida. Como é que você vai se sustentar?" O tempo de sonhar chega ao fim; precisamos "enfrentar a realidade" e pensar em como sobreviver neste velho mundo, vasto e hostil. A sensação que tínhamos de ser especiais se apaga diante das altas taxas de desemprego, da competição acirrada pelas vagas disponíveis e das crises e reviravoltas econômicas, que nos levam a achar que será muita sorte se conseguirmos um emprego, qualquer que seja ele. E se estamos insatisfeitos nesse emprego ou somos demitidos, nos sentimos desvalorizados e desconfiados de nossos sonhos e aspirações mais profundos, simplesmente porque talvez não haja nenhuma outra oportunidade de trabalho. E mesmo que haja, é provável que já tenhamos perdido há muito tempo a capacidade de ouvir a voz do coração e de sentir que temos algo muito especial a fazer na vida.

dream no. 2Esta é uma interpretação astrológica da sua vocação. Ela foi feita para ajudá-lo a saber o que seria bom para você e em que área você atuaria melhor, de forma que sua vida profissional tenha não só contracheques, mas também sentido. Se você está buscando orientação, a astrologia poderá ajudá-lo a encontrá-la. Se já definiu um rumo, a astrologia lhe permitirá confirmá-lo ou mesmo aperfeiçoá-lo. A palavra "vocação" deriva de uma raiz latina que significa "chamar". Ter uma vocação, ou "atender a um chamado", implica algo mais profundo ou sublime - uma alma ou Eu Interior que sabe para que estamos aqui. Durante muito tempo a palavra "vocação" foi utilizada apenas para caracterizar o chamado para a vida religiosa. Os desafios e problemas do mundo de hoje, seus rápidos avanços tecnológicos e suas constantes mudanças políticas e econômicas nos intimidaram e afastaram do que realmente é importante para nós: aquilo que fazemos na vida. No entanto, muitos sentem-se desorientados e desmotivados no trabalho, mesmo quando são bem pagos. Poucos de nós tivemos o privilégio de herdar fortunas; a maioria precisa encontrar um meio de ganhar a vida. O trabalho, tanto quanto os relacionamentos, ocupa lugar central em nossa vida e a maior parte do nosso tempo. Apesar disso, talvez não sejamos capazes de pensar de dentro para fora, concentrando-nos primeiro no que somos e no que nos dá inspiração para depois buscar os meios de expressar isso no mundo. Normalmente, pensamos de fora para dentro, concentrando-nos naquilo que os outros ou nossas próprias inseguranças nos dizem ser possível. Não fomos criados para conhecer-nos nem para confiar em nós e em nossas aptidões. Ao invés disso, conhecemos somente os limites da realidade exterior e aprendemos a moldar-nos para caber dentro deles.

workComo cada mapa astral é único, a astrologia ensina-nos que cada pessoa tem seu próprio temperamento e suas próprias habilidades. Embora as interpretações astrológicas não possam dizer-nos em que empresa trabalharemos nem quanto ganharemos, elas podem ajudar-nos a compreender que, se quisermos que a vida valha a pena, precisamos manifestar no mundo exterior pelo menos alguma coisa do que somos interiormente. Nenhum emprego é perfeito; todos temos que fazer concessões. O que importa é fazer alguma coisa que nos ligue a algo especial dentro de nós; algo que nos faça sentir dignos e nos incentive a dar à vida o que temos de melhor. As revelações da astrologia não são literais nem específicas. Elas são indicações simbólicas e psicológicas que nos informam sobre as áreas que mais nos motivam, sobre as necessidades que nos alimentam o espírito e sobre as limitações pessoais que assinalam o que somos capazes de conseguir ao longo de nossa existência. Não podemos negar o que somos e não há ser humano que disponha de todas as possibilidades. As áreas em que cada um é bom são diferentes. Com a combinação certa de realismo e fé em nós mesmos, podemos chegar à certeza de que nossa passagem pelo mundo valeu a pena.

shoesÉ importante lembrar-nos de três coisas para obter os melhores resultados das revelações astrológicas contidas nesta interpretação. Em primeiro lugar, uma boa compreensão de nossas próprias necessidades, potenciais e limitações é muito mais importante que as estatísticas e os fatos do mundo exterior. Não queremos dizer que as estatísticas e fatos não sejam importantes. Mas mesmo que haja quatrocentos candidatos competindo por uma determinada vaga, a força que temos para criar nossa própria realidade é maior do que pensamos. Se esse emprego for mesmo certo para nós e se estivermos dispostos a nos preparar e fazer o treinamento necessário, nós conseguiremos a vaga, seja qual for o lugar, o momento ou a maneira. Em segundo, não devemos ter medo de tentar. Tentar de novo após um fracasso é melhor que desistir, pois podemos aprender com os erros mais do que aprenderíamos com os acertos. É importante também entender que, às vezes, nós inconscientemente buscamos o fracasso e perdemos oportunidades. Muitas pessoas são derrotadas não por falta de capacidade, mas por uma profunda convicção inconsciente de que não merecem realizar-se. Compreendendo-nos mais profundamente poderemos distinguir entre as verdadeiras limitações e a auto-sabotagem. Finalmente, assim como um mapa rodoviário não influi para que façamos uma viagem, um mapa astral não pode, por si só, criar-nos oportunidades. A carta astrológica pode orientar-nos e incentivar-nos a manifestar nossos maiores valores e nossos sonhos mais caros. Mas é preciso que cada um decida pôr o pé na estrada. Se nos recusamos a empreender essa viagem, por medo ou ceticismo, e ficamos sentados na beira da estrada desejando o que poderia ter sido, não devemos culpar nem a astrologia nem o mundo por nossa insatisfação.


Horóscopo Carreira e Vocação
por Liz Greene
18-25 páginas
Tipo: TV
US$ 46.95, EUR 46.95, CHF 74.90


Leia uma amostra interpretação!

Disponível em:
Inglês, Francês, Alemão, Dinamarquês, Italiano, Português e Espanhol
Opinião dos clientes:
"...claro, empático e com muita informação ..."
"...tão conciso e direito ao ponto que quase não pude acreditar..."
"...Revelador e profundo..."
Astro-Databank
Astro-Databank
Astro Wiki
AstroWiki
Posições actuais dos planetas
30-Ago-2014, 12:50 UT/GMT
Sol7Virgem4'58"
Lua2Escorpião3' 6"
Mercúrio25Virgem49'40"
Vênus22Leão22'22"
Marte20Escorpião38'28"
Júpiter9Leão51'22"
Saturno17Escorpião57'18"
Urano15Áries54'42"r
Netuno6Peixes9'34"r
Plutão11Capricórni7'51"r
Nodo Lun.true19Libra54'13"
Quíron15Peixes47'34"r
Explanations of the symbols
Mapa do momento
Astrologer watching the sky through a telescope, by Eugene Ivanov
Publicidade
Loading