•    
    Posições actuais dos planetas
    26-Jul-2017, 13:26 UT/GMT
    Sol344'58"19n19
    Lua1527'28"7n29
    Mercúrio038'42"10n41
    Vênus2411' 7"21n28
    Marte353'57"20n21
    Júpiter1617'41"5s18
    Saturno2152'47"r21s55
    Urano2830' 7"10n24
    Netuno1351'22"r7s12
    Plutão1743'52"r21s32
    Nodo Lun.true2416'49"13n26
    Quíron2835'28"r3n05
    Explanations of the symbols
    Mapa do momento
| Meu Astro | Forum | FAQ

Mapas de persona

Múltiplas personalidades

Este artigo é um trecho adaptado e resumido do livro alemão "Die innere Tafelrunde" de autoria de Peter Orban e Ingrid Zinnel.
Traduzido Por Lilian C Moraes.

Danny é um menino de 7 anos de idade, chorão e birrento, que sempre se mete em encrenca e não é muito popular entre as pessoas.
Rosalind tem 31 anos e é gentil, melancólica e dona de um charme que derrete o coração da maioria das pessoas.
Jennifer não se lembra de quantos parceiros sexuais já teve em seus 22 anos de vida. Ela sofre de um retardamento mental e só tem uma coisa em mente: uma transa rápida com um desconhecido. Após a relação sexual, a mente dela se esvazia.
Embora tenha apenas 34 anos, John é um dos advogados mais bem sucedidos da cidade. Sua lógica jurídica é irresistível, seus adversários temem seus discursos poderosos ao júri.
O Estripador, é um homem quase cego, que não envelhece, ele é bárbaro, brutal e malvado ao extremo. Ele perambula pela noite, cheio de ódio, carregando navalhas com pontas reluzentes.

Todos eles, a criança terrível, a mulher encantadora, a ninfomaníaca, o advogado bem sucedido, o vilão cruel e muitos outros personagens de descrições diferentes, estão contidos num só corpo. Esse corpo pertence a uma advogada, chamada Marianna Lipton, 1,68m de altura e 46 anos de idade. Além do fato de ter sofrido uma angústia psicológica insuportável, ocasionalmente, essas eram - até poucos anos atrás - as únicas coisas que ela sabia sobre si, com certeza.

Marianna e os 18 terapeutas que a têm tratadotaram desde seus 19 anos não conseguiram encontrar uma explicação sobre as forças que parecem desintegrá-la - até que o psiquiatra Frank Putnam a diagnosticou como portadora de uma doença que pertence à mais misteriosa síndrome neuro-psicótica: o Distúrbio de Múltipla Personalidade. É assim que os especialistas chamam esse tipo de distúrbio de personalidade que é de difícil diagnóstico e ainda mais difícil de ser curado.

O ego de um paciente com o Distúrbio de Múltipla Personalidade se divide em inúmeras personalidades, completamente distintas, que estão em constante intercâmbio e que determinam a psique e as ações do paciente. É como um psico-drama que se torna real, variado, com múltiplas camadas, nas quais o "múltiplo" abraça todos os papéis. (Der Spiegel, ano 43, 1989. Vol.37, p.220)

O que os psiquiatras modernos descrevem como DMP é - e esta é a nossa alegação - não um caso especial no desenvolvimento da psique humana, mas simplesmente uma visão exteriormente perceptível do que acontece dentrode cada um de nós. Cada um de nós tem essas múltiplas personalidades dentro de si, mas elas não estão em guerra umas contra as outras de um modo tão excessivo e obsessivo com em um paciente com DMP. Elas influenciam a maioria das pessoas e suas vidas cotidianas de um modo discreto e imperceptível.

Você pode achar espantosa a idéia de que todo indivíduo contém diversas personalidades diferentes, principalmente, se você se acostumou com o pensamento de que o objetivo do ser humano é atingir a unidade. Nós também acreditamos na unidade. No entanto: o ser humano, como ele existe atualmente, não é só esquizofrênico, mas polifrênico, e ele dificilmente terá sucesso na busca pela unidade, se não estiver preparado para olhar o seu self fragmentado antes. Por isso, nossa teoria não lida apenas com uma pessoa visível, mas com a pessoa invisível ou com a alma ou psique do ser humano que é múltipla e multiforme. Nós queremos seguir os passos da multiformidade.

 

O que é um mapa de Persona?

O horóscopoO horóscopo de nascimento é um "roteiro da vida", que nos dá um panorama exato do meu "drama". Se nós traduzirmos o desenho do horóscopo numa visão de palco, o círculo do horóscopo se tornria o centro do palco e os planetas se tornariam pessoas ou atores.

Todo ser humano no drama tem sua própria história, tem energias individuais, necessidades individuais, fraquezas e forças, e reações psicológicas físicas e individuais. Cada pessoa tem um modo particular de viver a vida, assim como uma trilha individual para a consciência.

O horóscopo de nascimento representa estes doze personagens em sua disposição particular, como partes de um todo. Nós queremos mostrar um jeito novo de observar o mapa. Nós não observamos o todo, mas consideramos suas partes. Nós não esqueceremos, é claro, que o todo é mais do que a soma de suas partes. Temos que manter em mente que nós faremos o que estamos fazendo agora apenas por um período limitado de tempo. Mas nós o faremos de qualquer forma.

Nós aprendemos um método pelo qual podemos analisar uma dessas personalidades interiores, e observá-la de perto e independente das outras por um tempo. O mapa de nascimento nos oferece algumas informações sobre essa personalidade: nós só sabemos o signo zodiacal, a casa onde ele está e suas relações com outras personalidades planetárias. Não há muitas informações. Por essa razão, daremos um passo que pode parecer chocante no início: nós escolhemos um horóscopo individual para essa personalidade interior.

Os personagens individuais no palco da minha vida têm datas de nascimento, ou seja, eles tem que "vir à luz". Esta frase contém o segredo de seu nascimento. Eles nascem no momento que o Sol, que me trouxe (meu eu exterior) à luz ( por exemplo, em 22 de agosto de 1962, às 13:22 h), alcança esta personalidade interior pela primeira vez e assim, "a conduz para a luz". Se Marte, neste mapa, está a 26 graus e 42 minutos de Aquário, o Sol alcança o "guerreiro" em 3 de fevereiro de 1963, à 1:32h. Eu tenho as datas que preciso para o horóscopo de Marte: a data de nascimento do "guerreiro".

Em termos técnicos: um mapa de persona é o mapa para o primeiro trânsito do Sol sobre a posição de outro planeta natal. Todos os mapas da Persona 'acontecem' dentro do primeiro ano após o nascimento de alguém, quando o Sol faz seu primeiro ciclo em torno de si e 'desperta' uma subpersona após a outra.

Nós chamamos este horóscopo de "mapa da persona". Primeiro, este horóscopo descreve uma das "personalidades" interiores e além disso, ele é oriundo do "per-sonare"e por isso, associado com a idéia principal de "aquilo que soa". Cada uma das personalidades interiores soa através do todo, que consiste de todas as outras personalidades. Um som especial soa através de todo o mapa. Um som individual!

Esta personalidade interior tem - um ascendente - um regente da primeira casa - um Sol, que é sempre o protagonista (porque o Sol toma o lugar que foi ocupado pelo Marte, antes) - e novamente, 12 personagens no palco (!) - um Meio do Céu.

Nós podemos considerar este mapa como um mapa normal, mas temos que ter em mente que este não é o nosso mapa, mas é o mapa desta pessoa dentro de nós. Nós temos que ter o cuidado de não considerar este mapa como um todo.

Os mapas de Persona são horóscopos de personalidades independentes - nós temos que enfatizar isso sempre. São personalidades dentro de nós. O mapa de nascimento é o horóscopo da personalidade interior mais importante, do meu Sol. (Por isso, o Sol não necessita de um mapa de persona, porque o horóscopo do retorno do Sol ao local em que ele estava no nascimento - um ano após o nascimento - é chamado de mapa ou Revolução Solar). Todas as outras personalidades interiores estão sujeitas ao segundo plano na astrologia "tradicional".

Os mapas de persona são horóscopos que ressaltam as outras personalidades além do Sol, ao nível dos protagonistas. Eles consideram essas personalidades mais seriamente do que o mapa de nascimento o faz. Nós acreditamos ser realmente injusto que, no palco da vida, apenas o único (Sol) protagonista ganhe uma biografia e que apenas sua vida ganhe uma descrição. As outras personalidades são simplesmente vistas como personagens coadjuvantes. Por esta razão, nós queremos oferecer um método que permite ao leitor criar biografias próprias dos outros personagens. (descrições de vida) Você perceberá que essas personalidades têm sido injustamente negligenciadas por muito tempo e - indo ainda mais longe - que elas mesmas possuem um ego e seus próprios integrantes de elenco!

 

Doze Personalidades (arquetípicas)

Nosso sistema de mapas de persona é formado por 12 personalidades interiores. Mas elas podem se relacionar umas com as outras e essas relações se tornam, elas próprias, personalidades independentes. Se cada arquétipo, cada personalidade individual se relaciona a um outro arquétipo, nós temos 66 personalidades diferentes. (E com relações de três, existem mais de 1000)

Aqui estão as doze personalidades básicas:

Personalidade 1: "O Guerreiro"
Para saber mais sobre a força do meu guerreiro ou da minha capacidade de me afirmar no mundo agressivamente, sobre o meu jeito de lutar, se eu sou covarde ou herói, o que eu acho que vale a pena lutar e de que modo – eu observo o meu mapa da persona Marte.

Personalidade 2: "A beleza"
Para saber mais sobre a minha segurança ou insegurança, meus valores e auto-estima, minha sensualidade, meu desejo sexual e minha capacidade geral de sentir prazer – eu observo o meu mapa da persona Vênus.

Personalidade 3: "O intelectual"
Para saber mais sobre minha flexibilidade, sobre minha (verbal e não-verbal) interação com o mundo exterior, sobre o meu jeito de atuar, minha habilidade comunicativa, minha inteligência – eu observo o meu mapa da persona Mercúrio.

Personalidade 4: "A mãe" ("A criança pequena")
Para saber mais sobre minha feminilidade, meus sentimentos, minha criança interior e meu sentimento de segurança e satisfação, ou seja, a parte feminina da minha psique – eu observo o meu mapa de persona Lua. Nós consideramos este mapa de persona (além do mapa de nascimento) o instrumento mais importante para explorar o mundo interior de uma pessoa.

Personalidade 5: "O herói"
Para saber mais sobre minha vitalidade, meu Ego, a força vital dentro de mim – eu devo observar meu mapa da persona Sol. Mas, na verdade, eu já fiz isso, porque ele é o meu mapa de nascimento!

Personalidade 6: "Razão" ("A pessoa que repreende")
Para saber mais sobre o meu jeito de lidar com as necessidades e restrições da vida, sobre a minha adaptação às circunstâncias, sobre as coisas que eu tenho que aceitar – eu observo o meu mapa da persona Mercúrio (que é idêntico ao mapa de persona da personalidade 3)

Personalidade 7: "O outro"
Para saber mais sobre meu relacionamento com as outras pessoas, com parceiros e com o mundo – eu devo observar o meu mapa da persona Vênus. (o mesmo da personalidade 2)

Personalidade 8: "O fanático"
Para saber mais sobre o modo como eu lido com o diabólico, com o senhor do mundo subterrâneo, com as forças que querem me impedir de viver – eu devo observar o meu mapa da persona Plutão.

Personalidade 9: "O filósofo"
Para saber mais sobre o significado da minha vida, sobre o (a) terapeuta dentro de mim, sobre o papel que a "religio" desempenha em minha vida – eu observo o meu mapa da persona Júpiter.

Personalidade 10: ‘O velho ou velha" ("O guardião da lei")
Para saber mais sobre "lei", sobre meu chamado maior, minha vocação ou sobre as verdades que o destino quer me ensinar (e que eu não quero aprender) – eu observo o meu mapa da persona Saturno.

Personalidade 11: "O liberador"
Para saber mais sobre a área da minha vida na qual eu devo me libertar das amarras, sobre meu modo de vivenciar a liberdade e a independência – eu observo o meu mapa da persona Urano.

Personalidade 12: "O mestre"
Para saber mais sobre a transição da mentira para a verdade, sobre o mundo de "maya", da ilusão e sobre como transcender a ilusão para alcançar o mundo por trás do mundo – eu observo o meu mapa da persona Netuno.

 

A aparência das personalidades interiores

Níveis de consciênciaNossas personas interiores aparecem em níveis diferentes de consciência. Por isso, eles possuem maneiras diferentes de surgir em nossa vida. Nós podemos visualizar este fato com a ajuda de um horóscopo tridimensional ou palco ao vivo. O nível no centro mostra essas personas das quais temos consciência, os níveis superior e inferior mostram partes inconscientes de nossa personalidade. O nível inconsciente não precisa ser limitado a dois e claro que podem existir graus diferentes de (in) consciência.

Do ponto de vista psicológico, faz sentido distinguir quatro níveis de consciência nos quais as personalidades interiores podem surgir em nossa vida:

1. Personalidades com as quais nos identificamos
Existe um consenso entre elas e nosso self consciente. Elas são dotadas de energias e participam de meu encontro consciente com o mundo. Isso significa que elas são honradas, educadas e enciadas ao mundo como representantes de minha vontade e auto-imagem. Elas são o que chamamos de "embaixadoras" em linguagem diplomática. Um país envia um representante a outro país para ser representado lá com dignidade. A tarefa do embaixador é causar esta impressão.

2. Personalidades com as quais nós não nos identificamos, mas cuja aparência e estilo nós conhecemos
Elas não recebem energias de identificação de mim, elas não são embaixadoras, porque eu as trato como "persona non grata". Elas não são participantes bem-vindas no drama da minha vida. Eu sei que elas existem, e eu até sei que elas tem razão no que dizem. Eu também sei que elas têm direito de participar da minha peça, mas sempre que elas aparecem no palco, eu tento me livrar delas o mais rápido possível. Elas falharam como representantes do meu país e eu me recuso a dar a elas a energia necessária para permitir que elas realizem suas intenções (elas aparecem, com freqüência, como "voz de repreensão ou reprovação").

3. Personalidades que eu não conheço, e cuja verdadeira missão é secreta, ou seja, é inconsciente
Elas nunca me confrontam abertamente com suas verdadeiras visões e atitudes, mas trabalham silenciosa e imperceptivelmente na direção de seus próprios objetivos e interesses, e não são os interesses da pessoa consciente. Em nosso exemplo de linguagem diplomática, isso significa: elas são as agentes especiais do nosso serviço secreto pessoal, que trabalha dentro da nossa própria embaixada, mas para um ministro diferente, e o embaixador não tem conhecimento deles. Estas personalidades servem a mestres diferentes e é isso que me confunde profundamente. Como eu não tenho permissão para saber sobre sua missão secreta – e nem quero saber, pois eu não gosto do serviço secreto por razões de honra e clareza moral – há um conflito de interesses.

4. Personalidades que eu não conheço, cuja missão é tão secreta quanto à do terceiro tipo de personalidade, que não me confrontam diretamente, mas que estão trabalhando ativamente para a minha destruição e ruína.
Falando figurativamente, isso significa que elas são agentes de um serviço secreto estrangeiro dentro da minha embaixada. Elas parecem vir de um serviço secreto hostil e anotam informações contra mim, dentro de meus próprios domínios. Essas informações são destinadas a me levar à ruína física. Elas querem invadir o meu país.

As personalidades do quarto tipo podem ser consideradas o núcleo da síndrome do Distúrbio de Múltipla Personalidade, como é descrito pelos psiquiatras. Até agora, parece claro que os "múltiplos" estão sempre em grande perigo de auto-destruição por suicídio. E mais, o fenômeno do suicídio como um todo, parece ser iniciado por uma personalidade do quarto tipo. O motivo pelo qual elas raramente são bem sucedidas é que as personalidades do terceiro tipo tentam evitar a auto-destruição. Existe, como em toda boa história de espião, uma luta dentro da própria embaixada, entre os agentes do país residente contra os agentes do país estrangeiro. E geralmente, o embaixador está alheio à tudo isso.

A transferência de personalidades interiores para o exterior, por exemplo, para um psicoterapeuta, torna o problema da chamada "transferência" psicológica (e "transferência de contagem") plausível. Uma personalidade é realmente "conduzida" ("trans-ferida"). Mas esse mecanismo de "liberação" não funciona só com um terapeuta. Se uma personalidade (do terceiro ou quarto tipo) não tem permissão para vir à tona, é possível que ela se manifeste no mundo exterior, na projeção sobre as pessoas que me cercam. A consciência de que, o que me confronta no mundo exterior é parte do meu próprio self interior, ajuda a trazer essas personalidades interiores para a consciência e a dar a elas seu lugar adequado em minha vida.

 

Dicas para interpretação

As recomendações a seguir são simplesmente sugestões que necessitam ser testadas e que se destinam a ajuda-lo a explorar um território desconhecido: seu próprio mundo interior.

1) A personalidade inconsciente mais importante é o regente da primeira Casa do mapa de nascimento. Se você tiver, por exemplo, ascendente Libra, o principal a explorar é o seu mapa da persona de Vênus. Há sempre uma boa surpresa no mapa da persona do regente do ascendente.

2) O mapa da persona da Lua informa sobre as energias do lado feminino de sua psique. Assim como o horóscopo de nascimento pode ser chamado de horóscopo yang, nós descrevemos o mapa da persona da Lua como o horóscopo yin, sua parte complementar feminina. Para acessá-la e compreendê-la, você deve observar os sentimentos mais profundos.

3) O ascendente de um mapa de persona mostra a esfera mais profunda do inconsciente, que tem que ser descoberto e compreendido por esta personalidade. O ascendente de uma personalidade interior inconsciente também mostrar as forças que querem vir à tona e que querem chegar à superfície com um grande impulso.

4) O mapa da persona do Sol é sempre considerado o ego dessa personalidade interior. Mas não O ego! Saturno, por exemplo, possui um ego, uma vontade de se realizar e dizer as palavras "eu quero...". Parte do ego deste mapa de persona é conhecido do mapa de nascimento, porque o Sol do mapa de persona sempre ocupa o lugar que é ocupado pelo próprio planeta no mapa de nascimento. No entanto, a casa onde esse ego de persona está é totalmente desconhecida. Apenas para efeito de localizar a casa do ego da persona dentro de seu próprio mapa, criar um mapa de persona faz sentido. Ele não nos mostra só como essa personalidade se articula, mas também onde ela realiza isso, ou seja, em que esfera da vida.

5) O Meio do Céu de um mapa de persona mostra que destino as personalidades individuais encontram aqui na Terra. É a quintessência da trilha que vai do "inconsciente" (ascendente) à "luz da consciência" (Meio do Céu). Mas não é possível saber se essa trilha é seguida até o fim pelo indivíduo. O fato de as personalidades interiores virem à consciência parece depender da intensidade do esforço empregado na aventura, ou da realização individual.

Parece que o ser humano que integra todas as personalidades interiores para a plena consciência, encerraria sua jornada aqui na Terra. Nós podemos extrair uma regra disso: cada personalidade interior que eu encontro, deixa meu mundo com uma pessoa a menos. Se o mundo exterior não me deve mais nenhuma personalidade (interior), pode ser que ele tenha cumprido sua função e, então, eu posso partir.

 

Doze hipóteses

Através de sua experiência astrológica, e também de seu trabalho terapêutico com clientes, os autores desenvolveram as doze hipóteses seguintes.

Hipótese 1: Nosso self interior contém doze personalidades, todas com necessidades e interesses diferentes e todos com diferentes tipos de energia que as auxiliarão a realizar e satisfazer essas necessidades. Essas energias também são diferentes em todos os seres humanos.

Hipótese 2: Essas doze personalidades têm que nos confrontar às vezes, do exterior. Para que as percebamos como parte de nosso self interior, nós temos que conhecê-las no mundo exterior – só assim nós nos concentramos nelas o suficiente.

Hipótese 3: A maioria dessas personalidades interiores permanecem não-identificadas por nós, elas nos são estranhas.

Hipótese 4: O que não é identificado pelo meu self consciente pode fazer o que bem entender dentro de mim. Eu percebo os sintomas visíveis das ações dessas personalidades não-identificadas, mas não as personalidades "reais" com todas suas necessidades.

Hipótese 5: Uma personalidade trabalhando contra mim significa que eu não quero deixa-la fazer parte de minha vida consciente, eu não quero que ela faça parte do meu mundo. Eu tento rotula-la como "inconsciente" porque ela ofende meu princípio de prazer e magoa meu ego.

Hipótese 6: Minhas personalidades interiores preparam sua entrada em minha vida por muito tempo, antes de aparecerem realmente no mundo exterior. Elas me confrontam do mundo exterior (conforme a hipótese 2) porque eu devo conhecê-las de um modo que me permita compreende-las, e então aceita-las como parte de meu ser. Minha psique agora está preparada para integrar esta personalidade, mesmo que ela esteja conectada a uma fase momentânea de desespero e desesperança que me faça sofrer.

Hipótese 7: Enquanto eu não conhecer todas minhas personalidades interiores, eu não conheço nenhum delas. Por isso, não é bom pensar: "Bem, pelo menos, eu identifiquei 4 personalidades. Elas estão do lado positivo da minha avaliação." Por trás de cada personalidade consciente, existe, pelo menos, uma (se não mais) personalidade inconsciente que permanece desconhecida à minha personalidade consciente e que manipula seu pensamento ou ação.

Hipótese 8: Algumas das minhas personalidades interiores não podem ser identificadas pelo meu self consciente, porque elas não querem vir à luz da consciência. Principalmente as personalidades interiores que tiveram um trauma (principalmente sexual) na infância e tentam desesperadamente não serem identificadas. Essas personalidades assombram as esferas do inconsciente como forças potencialmente destrutivas. Elas se tornam sombras que interferem em nossas ações conscientes e aterrorizam nossa vida de um modo inimaginável.

Hipótese 9: Todo ser superior, tido guru ou líder espiritual (projetado para o exterior) nada mais é que uma personalidade do terceiro (às vezes, do quarto) tipo que "fala" comigo porque ela é parte do meu self. O único "além" ou "transcendência" sobre esses seres é que eles estão além de minha consciência (ex: dentro de meu inconsciente). Suas mensagens não vêm de Alfa Centauro, mas de meu self interior e eles querem me mostrar um problema dentro deste self interior. Por isso, essas mensagens – não importa o quanto elas pareçam sábias – têm que ser consideradas num contexto psicodinâmico de meu próprio self. Só então, elas farão sentido.

Hipótese 10: Todas as personalidades interiores inconscientes do terceiro (ou quarto) tipo contém um mecanismo profundamente manifestado: elas querem vir à luz da consciência. É para isso que elas agem, mesmo que o nosso self consciente não entenda os meios que elas utilizam. Elas não se sentem à vontade na dispersão da psique, no exílio para a qual estão condenadas. Por isso, eles agem para serem descobertas. Mas, paradoxalmente, o verdadeiro inimigo que elas precisam confrontar é a própria consciência. Eu não quero permitir que essas personalidades se tornem conscientes, e eu farei qualquer coisa para mantê-las ocultas nos calabouços sombrios do inconsciente.

Hipótese 11: As personalidades interiores têm que ser conhecidas em seu próprio nível dentro da psique. É importante se comunicar com elas em sua "esfera domiciliar". Como as personalidades do terceiro e quarto tipos vivem nas profundezas da minha psique, é necessário descer até essas profundezas, o que significa que nós precisamos criar um estado diferente de consciência. Alguns meios tentados, testados e também seguros para esta finalidade são o transe, técnicas de respiração, música e luz.

Hipótese 12: Cada pessoa que me confronta no exterior em qualquer momento, é uma mensagem clara de que a personalidade interior paralela dentro de mim está preparada para sair para a luz. Esta personalidade é sempre do segundo, terceiro ou quarto tipo. As personalidades do primeiro tipo não precisam ser conhecidas no exterior, porque eu já tenho consciência que elas fazem parte de mim. Mas como as personalidades de esferas mais profundas tendem a interferir nos assuntos das personalidades na área superficial, para mim, parece que eu conheci uma pessoa simpática e amável com quem eu posso me identificar facilmente e por quem eu posso até me apaixonar. Estas pessoas se mostram em seu (ex:meu) melhor lado. Mas depois de um tempo, elas têm que mostrar seu outro lado, e me mostrar a face de Jano de minhas esferas mais profundas. Este é o significado do drama de minha vida: estas personalidades expulsas e banidas têm que retornar a mim, uma a uma.

 

Mapas de Persona na Astrodienst

Nós, da Astrodienst, adotamos a idéia de Orban/Zinnel e podemos oferecer-lhe mapas de Persona de vários tipos. Você pode comprar os desenhos do mapa de Persona em nossa loja (só na Alemanha), ou ver os seus nove mapas de Persona na "Seleção de mapas detalhados" do item "Leituras grátis".

Claro que este conceito pode ser desenvolvido posteriormente e alguns astrólogos mais curiosos poderão desenvolver mapas de persona para Quíron, Nódulos Lunares, Ascendente, ou Meio-do-Céu.

Posições actuais dos planetas
26-Jul-2017, 13:26 UT/GMT
Sol344'58"19n19
Lua1527'28"7n29
Mercúrio038'42"10n41
Vênus2411' 7"21n28
Marte353'57"20n21
Júpiter1617'41"5s18
Saturno2152'47"r21s55
Urano2830' 7"10n24
Netuno1351'22"r7s12
Plutão1743'52"r21s32
Nodo Lun.true2416'49"13n26
Quíron2835'28"r3n05
Explanations of the symbols
Mapa do momento
Astrologer watching the sky through a telescope, by Eugene Ivanov
Publicidade
Por ser um dos maiores portais de astrologia, a WWW.ASTRO.COM dispõe de vários recursos gratuitos sobre o tema. Com interpretações astrológicas de alta qualidade feitas por alguns dos maiores astrólogos do mundo, como Liz Greene e Robert Hand entre outros, muitos horóscopos gratuitos e uma infinidade de informações sobre astrologia para iniciantes e profissionais, a www.astro.com é o endereço número um em astrologia online.
Homepage - Horóscopos Gratuitos - Astro Loja - Compreender a Astrologia - Ephemeris - Autors und Staff - Meu Astro - Consulta Directa ao Atlas - Sitemap - FAQ - Forum - Contato